Spa-a-cmyk

A SPA lamenta a morte de Luís Duarte

 A SPA lamenta a morte ao 71 anos do compositor, cantor, executante de viola baixo, orquestrador e professor de música Luís Duarte, cooperador  da SPA desde 6 de Agosto de 2001, que lhe deu todo o apoio possível nos últimos anos em que lutou contra uma situação de cancro.

Participou 13 vezes no Festival RTP da Canção, em que interveio pela primeira vez em 1973. Foi o maestro da canção “Bem Bom”, das “Doce”, que foi vencedora do festival. Foi também maestro e orquestrador da canção “Conquistador” dos  Da vinci em 1982. Dirigiu a orquestra da Eurovisão em Harrogate e na Suíça.
 
Acompanhou cantores como Paulo de Carvalho, José Afonso e Jorge Palma.
 
Cantou em festivais de canções como “Quando a Noite se faz Certa” e “Um Amigo Sempre à Mão”.
 
Vivia em Montemor o Novo, onde faleceu, e nos últimos anos teve apoio da SPA em projectos ligados à música. Neste momento era analizada a possibilidade de vir a instalar-se na Casa do Artista, também graças à intervenção de José Cabeleira, ex-presidente da Casa do Artista.
 
À família enlutada, a SPA endereça, nesta hora de perda, o seu testemunho solidário.
 
Os amigos recordam em Luís Duarte, a grande qualidade musical, o excelente carácter e um exemplar profissionalismo.
 
Lisboa, 7 de Julho de 2021