Usuários

Spa-a-cmyk

Assembleia Geral da SPA decide no dia 21 as contas, prioridades e mudanças para 2021

 No próximo dia 21 de Dezembro realiza-se por via digital a assembleia geral destinada ao debate e aprovação do Plano e Orçamento para o ano de 2021. Os cooperadores, não tendo a possibilidade de estar fisicamente presentes, podem e devem votar nos documentos em análise, sabem que eles, reflectindo a dura realidade criada por meses de confinamento pandémico, constituem um instrumento fundamental para a gestão da cooperativa durante o próximo ano, que irá ser muito difícil.

As contas para o próximo ano reflectem uma parte das quebras registadas e justificam as severas restrições que esta realidade impõe à cooperativa do autores portugueses, condicionando o mercado para o qual trabalham e restringindo em grande parte o futuro das suas obras e carreiras. Todos estes aspectos fazem parte da reflexão que suporta os números e as previsões feitas pelo conselho de Administração para esta assembleia geral.

Mesmo com a chegada da vacina e com a possível estabilidade que ela pode vir a criar com o passar dos meses, muito irá mudar na vida dos autores e artistas de todo o país e de todas as disciplinas que a SPA representa e abarca.

Aos cooperadores tem sido pedido que votem, conscientes da importância da sua participação, mas que não deleguem votos noutros cooperadores, já que eles, estando fisicamente ausentes, não podem receber e assumir esses votos. Faz-se, deste modo, um apelo a que enviem, com a celeridade desejável devido a eventuais atrasos dos correios, o vosso voto pelo correio, sem prejuízo de poderem participar virtualmente na assembleia seguindo os procedimentos já anunciados.

Em cada assembleia geral, cerca de 30 votos são enviados para efeitos de delegação. Esses votos são sempre úteis e representativos do interesse e empenho de muitos cooperadores. Mas desta vez, para que esses votos se não percam, contam aqueles que, sendo enviados, possam ser escrutinados. Assembleia será presidida por Rui Vieira Nery, que contará com a presença e colaboração de mais dois elementos da mesa. Todo o Conselho de Administração estará presente. A Direcção e o Conselho de Administração contam com o voto dos cooperadores, com o seu apoio e interesse nesta fase muito exigente e difícil da vida cultural e artística do país. O ano de 2021 terá de ser marcante para a recuperação da SPA e do trabalho criador dos seus milhares de associados.
 
Os órgãos dirigentes da SPA estão a reflectir sobre o que irá ser o futuro, sobre as medidas a adoptar em relação ao património edificado, aos recursos humanos à estrutura orgânica da instituição. Daqui a poucos dias serão entretanto anunciados os prémios que serão atribuídos nos meses iniciais do próximo ano.
 
Lisboa, 7 de Dezembro de 2020