Usuários

Spa-a-cmyk

Investimento na formação e na qualificação dos trabalhadores


Renovação do quadro de pessoal

Tendo em conta a importância dos recursos humanos enquanto principal activo e importante factor de crescimento da SPA, no âmbito da modernização tecnológica em curso, a Administração da SPA acaba de lançar um Plano de Formação destinado aos trabalhadores, nas áreas de Línguas (inglês), Novas Tecnologias (Office/Windows) e Gestão Departamental.

O Plano, que respeita as exigências legais em matéria de formação, teve início no passado dia 13 de Setembro e conta com uma primeira participação de 79 colaboradores, cerca de metade da população activa da SPA, divididos por cinco turmas, estando devidamente acautelado o normal funcionamento dos serviços.

A Administração salienta ainda o facto do Plano de Formação ter sido aprovado ao abrigo do Instituto de Emprego e Formação Profissional, por intermédio do IPFEL, sem custos acrescidos para a SPA em matéria de instalações e de formadores.

A Administração trabalha agora na criação de um sistema de avaliação de desempenho, com base nos modelos mais desenvolvidos, no sentido de instituir, em consonância com os sindicatos, um novo plano de carreiras que responda da melhor forma às necessidades e ao bom desempenho da SPA.

Com o objectivo de reduzir os custos com pessoal e reforçar a sustentabilidade financeira da cooperativa, tendo em conta a importância dos recursos humanos enquanto principal activo da empresa, a Administração da SPA tem levado a cabo uma política de renovação do quadro de trabalhadores.

Deste modo, a par das contratações efectuadas para fazer face à modernização tecnológica em curso e às novas valências e áreas de actividade da SPA, com uma aposta decisiva nas qualificações, desvincularam-se do quadro da empresa seis trabalhadores, estando as negociações praticamente concluídas em relação a outros três, num total de nove. Esta diminuição corresponde a uma redução da despesa mensal com encargos salariais, da ordem dos 16.800 euros, estando ainda previsto um conjunto de novas negociações até ao final do ano.
A SPA fica assim mais bem preparada, em termos do quadro de pessoal e do seu potencial humano, para enfrentar os desafios do futuro.

Lisboa, 22 de Outubro de 2010