Spa-a-cmyk

Prémio SPA | Mariano Gago atribuído a Manuel João Monte

 Manuel João Monte vence, por unanimidade, a terceira edição do Prémio SPA | Mariano Gago, com a obra “O bairro da tabela periódica”, editado em 2019 pela UPorto edições. Este prémio, criado em 2018 pela Sociedade Portuguesa de Autores, visa estimular a divulgação da investigação científica, premiar e dar notoriedade pública às obras de carácter científico.

Manuel João Monte é professor associado do Departamento de Química e Bioquímica da Faculdade de Ciências da Universidade do Porto, onde lecciona desde 1980. Jubilado em Agosto de 2019, ocupa actualmente o estatuto de professor associado convidado. É coordenador do grupo de investigação em Termodinâmica Molecular e Supramolecular do Centro de Investigação em Química da UP (CIQUP), tendo publicado mais de 100 artigos em revistas científicas internacionais.
 
O júri, constituído pela professora catedrática Maria do Carmo Fonseca, presidente da Direcção do Instituto de Medina Molecular João Lobo Antunes e presidente da RNA Society, pelo professor associado com agregação Miguel Pereira Lopes, docente, investigador e presidente do Centro de Administração e Políticas Públicas do ISCSP da Universidade de Lisboa, e por Teresa Firmino, editora de ciência do jornal “Público”, analisou as obras editadas em 2020 e após larga ponderação, decidiu que o horizonte temporal de escolha deveria ser alargado uma vez que, devido à pandemia, não foram editadas em 2020 obras em quantidade suficiente que permitissem uma escolha adequada aos objectivos do prémio. 
 
Deste modo, abrangeu os anos de 2019 e de 2020 por forma a assegurar uma maior pluralidade de opções, até porque em 2020 não foi atribuído o prémio relativo a 2019 e, depois de analisar várias opções, decidiu, por unanimidade, atribuir o prémio à obra referida. Esta obra, peça de teatro já levada à cena, transmite de forma divertida e pedagógica as mais importantes noções de química, ao longo da qual os 118 elementos são arrumados nos seus quatro blocos onde discutem as suas diferentes afinidades e antagonismos. 
 
A primeira edição deste prémio promovido pela SPA foi ganha por Carlos Fiolhais e José Eduardo Franco com a obra “Obras Pioneiras da Cultura Portuguesa”, editada em 2017, a segunda edição por Onésimo Teotónio de Almeida, com “O século dos prodígios”, editada em 2018.
 
O prémio será entregue no dia 25 de Maio por ocasião da celebração do Dia do Autor Português e do 96º aniversário da SPA.
 
Lisboa, 28 de Abril de 2021