Premio_maria_velho_da_costa

SPA atribuiu Prémio Maria Velho da Costa celebrando a importância da obra da escritora

 O Prémio de Literatura Maria Velho da Costa, criado pela SPA como forma de homenagem à escritora e cooperadora de longa data falecida há meses, acaba de ser atribuído à obra "Tornado", de Teresa Noronha. O prémio tem o valor pecuniário de dois mil e quinhentos euros e terá edição apoiada pela cooperativa dos autores portugueses. A SPA tinha-se comprometido a anunciar o nome do vencedor antes do final do ano, o que acontece neste momento, sendo este acto uma forma de celebração da importância da obra da escritora que sempre se fez representar pela cooperativa cuja vida sempre acompanhou e apoiou. Maria Velho da Costa recebe assim a homenagem merecida e inadiável da SPA.

O júri, presidido por Leonor Xavier, membro durante anos dos corpos sociais da cooperativa, era constituído por José Manuel Cortês, em representação da Direcção-Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas, por Margarida Gil e Teresa Carvalho avaliou cerca de 80 textos inéditos e além deste prémio atribuiu também menções honrosas a "Num Ápice de Flash, o Imbele Landgravio" de Domingos Landim de Barros, e a "Elegância de Costumes", de Francisco Mota Saraiva.
 
A SPA congratula-se com o facto de este acto de homenagem ter decorrido com celeridade e êxito e assegura o empenho da cooperativa no processo de produção editorial da obra, que será lançada em meados de 2021.
 
Logo que as condições sanitárias o permitam, a SPA anunciará a data e a forma de entrega do prémio, felicitando os distinguidos e congratulando-se com o número de participantes durante o longo ciclo pandémico.
 
Lisboa, 24 de Dezembro de 2020