Usuários

Salgueiro_maia_alfredo_cunha-st

SPA celebra os 45 anos do 25 de Abril e o papel da cultura na luta pela liberdade e pela democracia

 O 25 de Abril de 1974 completa este mês 45 anos de vida. Foram quatro décadas e meia de intensa e diversificada actividade política. Este ano, com três actos eleitorais no calendário, temos ainda mais a percepção dessa diversidade. Os valores essenciais do 25 de Abril foram fundamentais para que a liberdade e a democracia se consolidassem e para que não estejamos hoje a viver uma grave crise criada pelo populismo triunfante noutros países e pelo desrespeito das regras essenciais do convívio democrático e da solidariedade com os mais desprotegidos e com as vítimas da segregação, da perseguição e do terror.

Por outro lado, após 48 anos de ditadura, o 25 de Abril foi fundamental para a defesa da cultura, que deixou de estar sujeita ao mecanismo repressivo da censura. A SPA, mesmo nas condições políticas mais difíceis, nunca deixou de ser um espaço em que a liberdade de criação e de opinião foi sempre salvaguarda. Muitos criadores que estiveram e estão ligados à cooperativa dos autores portugueses foram vítimas da censura e da repressão.
 
Empenhada na importância estratégica da cooperação lusófona, a SPA saúda, através da Associação 25 de Abril, presidida pelo coronel Vasco Lourenço, os militares que fizeram o 25 de Abril e que continuam a representar, em toda a sua diversidade, o melhor que essa data representa para a democracia e para a cidadania, estando convicta da importância que esse contributo continua a ter nesta época complexa e de futuro imprevisível.
 
Também pela via da memória, a SPA tudo continuará fazer para celebrar o 25 de Abril, os militares que o fizeram, a importância da cultura nesse combate e o papel mobilizador e agregador que teve a resistência ao longo das décadas.
 
Lisboa, 10 de Abril de 2019