Usuários

Il_dia_do_autor-2014_22-05-2014_370_

SPA lamenta a morte de Ruben de Carvalho

 A SPA manifesta o seu pesar pela morte, aos 74 anos, do jornalista, historiador, musicólogo e programador cultural Ruben de Carvalho, distinguido com o Prémio Pró-Autor da cooperativa no Dia do Autor de 2014, designadamente pela forma como coordenou artisticamente a Festa do "Avante". Por outro lado, Ruben de Carvalho, que foi chefe de redacção do "Avante", vereador da Câmara de Lisboa e deputado na Assembleia da República, integrava, por proposta da SPA, o júri do Prémio Carlos Paredes, atribuído anualmente pela Câmara de Vila Franca de Xira.




 

Nascido em Lisboa em 1943, Ruben de Carvalho foi chefe de redacção da "Vida Mundial" e redactor coordenador do jornal "O Século". Chefiou a redacção do "Avante" entre Abril de 1974 e Junho de 1995.
 
Actualmente, Ruben de Carvalho mantinha na Antena 1 da RDP o programa "Radicais Livres", em parceria com o comentador Jaime Nogueira Pinto.
 
Foi figura preponderante na organização da Lisboa 94-Capital Europeia da Cultura. Era membro do Comité Central do PCP. Passou pelas prisões da ditadura e participou na Guerra Colonial. Com um grupo destacado de cantores e jornalistas, trouxe a Lisboa, ao Pavilhão dos Desportos, o cantor norte-americano Pete Seeger, em 1983.
 
Publicou os livros "As Músicas do Fado" (1994), Histórias do Fado (1999) e "Um Século de Fado" (1999).
 
A SPA considerava Ruben de Carvalho um dos mais influentes musicólogos portugueses com uma carreira e um grau de influência que muitos autores reconheceram ao longo de décadas.
 
Lisboa, 11 de Junho de 2019