Logo_ompi_site

SPA presente em Maputo a convite da OMPI para evento de promoção da Lusofonia

 A SPA estará presente nos próximos dias 3 e 4 de Setembro, em Maputo, para integrar mais uma acção dirigida à lusofonia promovida pela Organização Mundial da Propriedade Intelectual (OMPI), agência das Nações Unidas com sede em Genebra, sobre a gestão colectiva e os tratados internacionais que incidem no direito de autor. 

Este evento, realizado em articulação com o Instituto Nacional das Indústrias Culturais e Criativas do governo de Moçambique, surge no seguimento do projecto lusófono que a SPA tem vindo a desenvolver e que conta actualmente com o empenhado apoio da OMPI.
 
O programa prevê a realização de intervenções ao longo de dois dias, ao longo dos quais serão discutidos temas relevantes para os decisores políticos, para os dirigentes e técnicos da sociedade de autores moçambicana (SOMAS), para os agentes económicos e para o público em geral, assim como a visão estratégica para a gestão colectiva nos países africanos de expressão portuguesa.
 
A administradora da SPA, Paula Cunha, que representará a cooperativa, efectuará três apresentações no dia 3 e quatro no dia 4. A Confederação Internacional das Sociedades de Autores e Compositores (CISAC) estará igualmente presente através do seu director regional para África, Samuel Sangwa.
 
Recorde-se que ainda recentemente, durante a assembleia geral da CISAC que se realizou em Tóquio no dia 30 de Maio, na sequência de intervenção directa da SPA foi deliberada a suspensão da expulsão da SOMAS em virtude das calamidades que fustigaram aquele país.
 
Esta iniciativa, cujas despesas são integralmente financiadas pela OMPI, será seguida de uma outra, no final do mês de Setembro, a ter lugar em Luanda, e na qual a cooperativa dos autores portugueses terá igualmente uma importante e activa participação.
 
Lisboa, 22 de Agosto de 2019