Usuários

Destaques

Js_jos_jorge_letria_03

Presidente da SPA passou a presidir ao GESAC em Bruxelas num momento instável da União Europeia

 O presidente da Direcção e do Conselho de Administração da SPA, José Jorge Letria, assumiu hoje a presidência da Direcção do Grupo Europeu de Sociedades de Autores (GESAC), em Bruxelas, de que era vice-presidente juntamente com os CEO da SACEM de França e da PRS do Reino Unido.

Esta mudança foi provocada pela demissão do presidente Anders Lassen, CEO da KODA, da Dinamarca, entretanto substituído em Copenhaga pelo número dois da sua Administração. Da Direcção do GESAC saiu também Robert Ashcroft, CEO da PRS, que é, com a SACEM, uma das mais importantes sociedades de autores do mundo. Na vice-presidência permanece Jean-Noël Tronc, que integra também o Conselho de Administrração da CISAC (Confederação Internacional das Sociedades de Autores e Compositores), com sede em Paris.
 
José Jorge Letria, foi, antes do desempenho destas funções, presidente do Comité Europeu de Sociedades de Autores da CISAC durante quatro anos, tendo presidido a assembleias gerais anuais em Sófia, Viena de Áustria, Belgrado e Moscovo.
 
Esta nova função do presidente da SPA coincide com um momento muito complexo e imprevisível da vida da Comissão Europeia, na fase que se segue à aprovação da Directiva Sobre o Direito de Autor, para cuja entrada em vigência a SPA muito contribuiu intervindo junto dos eurodeputados, dos autores e da opinião pública.
 
O novo presidente irá preparar com a Direcção do GESAC um novo acto eleitoral com data a anunciar em breve e também um amplo conjunto de medidas de comunicação a adoptar em relação aos eurodeputados recentemente eleitos. Estas acções decorrerão em Bruxelas, onde funciona, com a coordenação de Veronique Desbrosses, o secretariado-geral do Grupo Europeu de Sociedades de Autores.
 
A escolha do presidente da SPA para o exercício desta função de responsabilidade foi aceite por unanimidade pela Direcção do GESAC, que integra os representantes das sociedades francesa, alemã, austríaca, húngara, irlandesa, polaca, britânica e italiana. 
 
Lisboa, 25 de Junho de 2019