Delegação da SPA cumpre com êxito acções em Angola e Moçambique

A delegação da Sociedade Portuguesa de Autores a Angola e Moçambique, composta pelos directores dos departamentos jurídico e de distribuição, no âmbito do projecto para a Lusofonia, com o apoio da OMPI, terminou com assinalável êxito, sendo objecto de elogios e de divulgação diária em toda a imprensa angolana.

Em Angola, numa organização conjunta com a UNAC (União Nacional dos Autores e Compositores), realizaram-se “workshops” em quatro províncias permitindo, assim, um conhecimento do território daquele país, que muito ajudará na concretização da parceria recentemente estabelecida com a UNAC.
Todos os eventos tiveram a participação de membros do governo angolano, com destaque para a Ministra da Cultura, que fez o discurso de abertura do “workshop” de Luanda e para os vice-governadores das províncias de Benguela e Huambo, os quais fizeram, de igual modo, o discurso de abertura nas respectivas províncias.

Este périplo iniciou-se no dia 1 de Outubro, em Luanda, na Assembleia Nacional, seguido de Cabinda no dia 3 de Outubro no auditório da universidade de Cabinda, de Benguela no dia 7 de Outubro no hotel Mombaka, e terminando no Huambo no dia 9 de Outubro no auditório da rádio nacional.

Registou-se uma forte participação da comunidade em todos os “workshop”, com especial destaque para o que foi realizado em Luanda, onde estiveram mais de 200 pessoas, nunca tendo o número de participantes nos restantes sido inferior à centena. Em todos os “workshop” participaram diversas personalidades da vida cultural e social de Angola, destacando-se diversos órgãos de comunicação social, agentes económicos, como sejam exploradores de hotéis e promotores de espectáculo, forças policiais, e, naturalmente, autores e artistas de diversas áreas da criação. Grande parte da assistência era composta por autores e artistas jovens, o que revela a ressonância e o impacto que estes eventos tiveram em autores e artistas que estão no início das suas actividades criadoras.

De referir também que a SPA iniciou um diálogo, que se tem mantido, com o director do Gabinete Jurídico do Ministério da Cultura, responsável pela regulamentação nesta matéria.

Por outro lado, os dirigentes da SPA aproveitaram a deslocação para dar formação aos colaboradores e órgãos sociais da UNAC, quer em Luanda, quer nas províncias onde a UNAC possui delegações.

Anteriormente, esta delegação tinha efectuado um seminário em Maputo, igualmente com êxito, que foi inaugurado pelo Ministro da Cultura e que contou com a presença de mais de uma centena de participantes.

Lisboa, 17 de Outubro de 2014

Newsletter

Newsletter

    Contactos

    Av. Duque de Loulé, 31
    1069 – 153 Lisboa
    E-mail: geral@spautores.pt