SPA celebra centenário de Mandela e dá-o como exemplo de uma liderança excepcional e justa

A SPA associa-se hoje às comemorações internacionais do centenário do nascimento de Nelson Mandela, primeiro presidente negro da África do Sul e um exemplo da sabedoria, tolerância e humanidade que fizeram dele, como alguém disse, “o mais amado estadista mundial”.

Nelson Mandela passou 27 anos detido nas prisões do “apartheid” mas nunca perdeu a combatividade, o discernimento e a coragem que fizeram dele, em condições políticas particularmente difíceis, o líder do profundo processo de transformação política do seu país. Graça Machel, sua viúva, declarou, numa entrevista à Antena 1 da RDP, que a teimosia, a serenidade, o sentido plural das grandes decisões e o respeito do outro, juntamente com uma vocação natural para a liderança, fizeram dele o governante e o homem que foi.

Nunca um líder político foi, como ele, tão admirado, estimado e apresentado como exemplo do justo sentido da governação.
Num tempo em que o mundo está confuso, pouco solidário e crescentemente xenófobo, dividido e agressivo é importante, também para os autores e artistas que ele muito admirava, saberem e afirmarem que lideranças justas e equilibradas são as que se assemelham à sua e a têm como referência. Quando o mundo se divide e desnorteia com homens como Donald Trump no poder, é fundamental que o sorriso de Nelson Mandela continue a constituir um exemplo e um estímulo para homens e mulheres de todo o mundo e de todas as culturas.

O nome de Nelson Mandela vai ser dado a uma rotunda de Lisboa, onde ficará uma placa a evocá-lo merecidamente. Mandela partiu mas ficaram a sua inteligência serena, a sua sabedoria e a sua lucidez como lição e poderoso e mobilizador exemplo.

Lisboa, 18 de Julhio de 2018

Newsletter

Newsletter

    Contactos

    Av. Duque de Loulé, 31
    1069 – 153 Lisboa
    E-mail: geral@spautores.pt