A Primeira Declaração Europeia em Defesa do Livro Foi Assinada a 9 de Outubro

Ontem, dia 9 de Outubro, na Feira do Livro de Frankfurt e por iniciativa do Presidente do Centro Nacional do Livro de França, Vincent Monadé, vários dirigentes de organizações europeias ligadas ao sector editorial assinaram a primeira declaração conjunta em defesa do livro.

O objectivo desta declaração é garantir o respeito dos direitos de autor e preservar os direitos dos leitores. Visa-se encorajar a emergência de posições conjuntas para a defesa dos direitos de autor, obter uma taxa reduzida de IVA para os livros impressos e digitais e defender a liberdade de escolha para o leitor, ou seja, a interoperabilidade que permite aos leitores acederem às obras
num dispositivo à sua escolha.

As primeiras organizações signatárias foram as seguintes: Serviço Geral das Letras e do Livro do Ministério da Federação Wallonie- Bruxelles (Bélgica) / Departamento de Literatura, Edição e Bibliotecas do Ministério da Cultura da República da Croácia (Croácia) / Departamento da Cultura do Ministério da Educação e da Cultura (Chipre) / Centro Nacional do Livro (França) / Fundação Helénica para a Cultura (Grécia) / Centro Nacional do Livro e da Leitura (Itália) / Centro Letão de Literatura (Letónia) / Instituto Polaco do Livro (Polónia) / Direcção-Geral do Livro e das Bibliotecas,

Secretaria de Estado da Cultura (Portugal) / Centro Nacional do Livro (Roménia) / Agência Eslovena do Livro (Eslovénia) / Centro de Informação Literária (Eslováquia) / Departamento da Cultura do Governo da Catalunha (Espanha)

Leia aqui a Declaração Original

Newsletter

Newsletter

    Contactos

    Av. Duque de Loulé, 31
    1069 – 153 Lisboa
    E-mail: geral@spautores.pt