Lisboa recebe em Junho de 2017 a Assembleia Geral da CISAC e promove a SPA, Portugal e a Cultura

A Assembleia Geral da CISAC, realizada no passado dia 3 de Junho em Paris, também em momento de celebração dos 90 anos de vida da confederação mundial, decidiu por unanimidade que a assembleia anual de 2017 decorrerá em Lisboa, no princípio de Junho, tendo a SPA como anfitriã e co-organizadora, acto que constitui o reconhecimento público do papel desempenhado pela sociedade de autores portuguesa no contexto internacional. A SPA irá fazer desta assembleia geral que pela primeira vez decorre fora de capitais de referência como Paris, Londres, Bruxelas ou Washington, um acto de promoção da cultura portuguesa, do trabalho dos autores e da qualidade cultural, turística e paisagística de Lisboa. Em Lisboa irão estar cerca de 350 dirigentes de sociedades de autores de todo o mundo.

Em Paris, centenas de dirigentes de sociedades de autores de todo o mundo, após uma recepção concedida pelo Primeiro-Ministro Manuel Valls, definiram as linhas fundamentais da vida da CISAC para os próximos dois anos. A CISAC congrega 230 sociedades de autores de 120 países dos vários continentes e representa mais de quatro milhões de autores. A assembleia geral reelegeu o compositor francês Jean-Michel Jarre como presidente, Eric Baptiste como presidente do Conselho de Administração, confirmou o mandato de Gadi Oron como director-geral e elegeu pela primeira vez um autor da República Popular da China como vice-presidente.

Manuel Valls, filho de um importante pintor catalão, confirmou a importância do trabalho criador e a necessidade de se aperfeiçoarem os mecanismos de defesa dos seus direitos e de se dar o necessário e urgente combate à pirataria. Em várias intervenções efectuadas durante a assembleia geral foi afirmado que é “importante contrariar a ideia de que o direito de autor é só uma percentagem, pois é um direito fundamental e um princípio civilizacional irrenunciável”. Jean Michel Jarre afirmou, por seu turno, que “quando se afecta um de nós afectam-nos a todos e quando roubam um de nós todos somos roubados”.

José Jorge Letria, presidente do Comité Europeu de Sociedades de Autores reeleito em Abril em Sófia por mais dois anos e também membro da Direcção do Grupo Europeu de Sociedades des Autores, esteve presente na reunião do Writers and Directors Woldwide, cuja estrutura directiva também integra e, acompanhado pela directora-geral da SPA, Paula Cunha, teve várias reuniões, designadamente com o novo presidente da União Brasileira de Compositores (UBC), Marcelo Castello-Branco, com quem foram analisadas formas de cooperação no futuro próximo, designadamente em defesa do projecto de cooperação lusófona dinamizado pela SPA desde 2014.

Durante a assembleia geral de Paris foi lançado um livro que narra a história da CISAC, criada em 1926 em Paris por 18 sociedades, precisamente um ano depois da criação da SPA em Lisboa. Em Paris, a delegação da SPA apresentou o livro ” Direito de Autor-Que Futuro na Era Digital ?”, que irá ser traduzido para inglês e ter ampla divulgação no circuito internacional das sociedades de autores.

Lisboa, 6 de Junho de 2016

Newsletter

Newsletter

    Contactos

    Av. Duque de Loulé, 31
    1069 – 153 Lisboa
    E-mail: geral@spautores.pt