Paulo de Carvalho fez concerto histórico na Aula Magna patrocinado pela SPA

Cerca de mil pessoas testemunharam na Aula Magna da Universidade de Lisboa, na noite do passado dia 16, a excepcional qualidade de Paulo de Carvalho como intérprete de excelência da música portuguesa. Este concerto que contou com a participação de cerca de 20 músicos de excepcional qualidade substituiu-se à gala anual da SPA, que ficou anulada devido à gravidade da pandemia, que ainda não se encontra ultrapassada. De qualquer modo, os prémios referentes ao ano de 2020 foram agora anunciados e serão entregues aos distinguidos pelas vias possíveis do ponto de vista sanitário. O concerto foi integralmente patrocinado pela cooperativa dos autores portugueses, constituindo uma celebração única da grande criatividade de um dos autores mais respeitados e admirados.

Paulo de Carvalho, sozinho em palco com os seus músicos, fez uma longa e inovadora viagem pelo seu repertório, destacando temas de referência e outros da sua escolha pessoal, não contando com apoio coral nem com o pedido de palmas ritmadas. Actuou com grande inteligência, sensibilidade e bom gosto, tendo a RTP gravado todo o concerto, que será exibido pela RTP 1 em data a anunciar muito brevemente, por ser esse o espaço de maior dignidade e visibilidade da televisão pública nacional. Paulo de Carvalho cantou de forma inesperada e com grande bom gosto temas como “Lisboa, Menina e Moça“,”Os Putos“, “O Cacilheiro“, normalmente integrados no repertório de outro cantor, e prestou homenagem a José Carlos Ary dos Santos.

Paulo de Carvalho construiu um espectáculo que ficará na memória televisiva deste ano e na do público que muito o admira. O cantor está a completar 60 anos de carreira e a SPA esta atentar assegurar a solidez da sua candidatura ao Prémio Grammy Latino de 2022 em Las Vegas, já atribuído a Carlos do Carmo e a José Cid.

O cantor teve os seus filhos presentes, que se juntaram a ele no palco perto do fim da actuação. 

Os responsáveis da RTP presentes na Aula Magna foram os primeiros a reconhecer a excelência do momento registado, que ocupou com excepcional qualidade o lugar da gala anual até agora realizada no Grande Auditório do CCB. Paulo de Carvalho teve com ele na Aula Magna músicos de várias gerações, com destaque para Fernando Tordo, Carlos Mendes, Vitorino Salomé, Carlos Alberto Moniz, e o maestro António Victorino d’Almeida, entre outros.

 

.
Previous
Next
SPAUTORES ©Jaime Serôdio

 

Lisboa, 18 de Novembro de 2021

Newsletter

Newsletter

    Contactos

    Av. Duque de Loulé, 31
    1069 – 153 Lisboa
    E-mail: geral@spautores.pt