Presidente da SPA participou em Cabo Verde em debates sobre o livro, a leitura e a cooperação Lusófona

O presidente da SPA, José Jorge Letria, esteve na Cidade da Praia, em Cabo Verde, a convite do Presidente Jorge Carlos Fonseca, para participar em três mesas-redondas sobre o livro e a leitura, no âmbito do processo de lançamento do Plano Nacional de Leitura do país. Fê-lo na dupla condição de escritor e de presidente da SPA, tendo destacado a acção da cooperativa dos autores portugueses no que diz respeito à defesa da lusofonia enquanto instrumento estratégico de comunicação entre as várias sociedades de autores lusófonas e os países e povos que falam e escrevem português.

A convite do Presidente da República de Cabo Verde, poeta com obra reconhecida e com um romance de estreia a ser lançado em Julho durante um importante encontro literário no Sal, deslocaram-se também à Praia Francisco José Viegas, escritor, editor e ex-secretário de Estado da Cultura, e Olinda Beja, escritora de São Tomé e Príncipe, há muito radicada em Portugal. Destacadas figuras da vida literária de Cabo Verde intervieram nas mesas redondas realizadas na Presidência da República. Todos os convidados falaram sobre a importância estratégica de uma verdadeira política do livro, tendo dado entrevistas à RTP África, à Lusa e a outros órgãos de informação presentes durante todo o evento.

José Jorge Letria esteve ainda reunido com Solange Cesarovna e com Joaquim Andrade, respectivamente presidente e vice-presidente da Sociedade Cabo Verdiana de Autores de Música, que irá ser admitida em Lisboa, no próximo dia 8 de Junho, na CISAC, durante a assembleia geral anual que decorre em Lisboa. O presidente da SPA registou os objectivos e anseios da SCM numa fase que deverá contar com o apoio técnico e humano da SPA, assunto de resto já discutido em recentes encontros das duas sociedades.

Em reuniões realizada com assessores do Presidente da República, José Jorge Letria manifestou e acentuou a disponibilidade da SPA para apoiar, também nos organismos internacionais cujas estruturas de direcção integra, projectos culturais da República de Cabo Verde e para sublinhar a sua oportunidade e relevância, designadamente junto da Organização Mundial da Propriedade Intelectual em Genebra.

José Jorge Letria, nas várias entrevistas concedidas, acentuou a importância do Plano Nacional de Cultura de Cabo Verde, falou da sua experiência como autor e presidente da SPA a esse respeito e sublinhou a necessidade de os vários países lusófonos discutirem de forma aberta e dinâmica formas de cooperação cultural na área do livro, da edição e noutras. Ficou ainda em aberto a possibilidade de, no âmbito do projecto de cooperação lusófona, a SPA poder vir a apoiar iniciativas que reforcem a importância da lusofonia e da cooperação entre os vários países que comunicam em português. O presidente da SPA falou também das iniciativas culturais e de comunicação que a SPA desenvolve e referiu o seu trabalho como presidente do Comité Europeu de Sociedades de Autores, cuja assembleia geral anual decorreu há poucas semanas em Moscovo.

Lisboa, 27 de Abril de 2017

Newsletter

Newsletter

    Contactos

    Av. Duque de Loulé, 31
    1069 – 153 Lisboa
    E-mail: geral@spautores.pt