SPA desencadeia urgentes acções de solidariedade com as populações afectadas pelos incêndios

Consciente da gravidade dos danos causados pelos incêndios de 15 de Outubro e dias seguintes a muitas centenas de pessoas e a regiões inteiras, a SPA tomou a decisão de se associar de imediato às acções de solidariedade que têm como finalidade reduzir as muitas carências com que inevitavelmente se defrontam.

O mundo da cultura não é nem nunca foi o da abundância mas dispõe de vitalidade e criatividade bastantes para ajudar a encurtar o sofrimento de quem nada tem. Por esse motivo, a SPA decidiu efectuar desde já a recolha organizada de vestuário e calçado (para adultos e crianças) e também de roupa de casa (lençóis, mantas, atoalhados de banho, etc), que depois possam ser encaminhados, designadamente através das autarquias, para os núcleos populacionais mais afectados.

Todas as dádivas provenientes dos associados da SPA e em particular dos seus cooperadores deverão ser concentradas na sede da cooperativa em Lisboa (Av. Duque de Loulé, nº 31) e nas suas delegação do Porto (Rua D. Manuel II, 33 – 2.º Andar Sala 24 ) e de Leiria (Rua Dr. José Henriques Vareda, Lt 19, Loja r/c Esq.), por serem os locais da instituição que dispõem de meios de recepção e de organização do que vier a ser recebido.

A SPA não tem dúvidas de que pode contar com a solidariedade dos seus associados para participarem num combate que é inadiável, sendo sabido que muitas centenas de pessoas não dispõem neste momento de condições mínimas de instalação que lhe permitam encarar a proximidade do Inverno com serenidade e o conforto básico. Por isso contamos com todos e com a qualidade da vossa dádiva, que antecipadamente agradecemos em nome dos que sofrem em vários pontos do país. A cooperativa tudo irá fazer para assegurar o rápido e competente encaminhamento das dádivas solidárias para as populações em estado de carência.

Posteriormente, a SPA encara a possibilidade de solicitar aos seus cooperadores com obra no domínio das artes visuais para nos cederem trabalhos que possam ser leiloados em acto público, em data a determinar, como forma de angariação de recursos que revertam a favor das populações afectadas pelos fogos. A SPA afirma assim, mais uma vez, a sua capacidade e competência num momento em que nenhum meio é dispensável, demonstrando que os autores e artistas sabem ser solidários quando Portugal precisa deles.

Paralelamente, e como já aconteceu na tragédia de Pedrógão Grande, a SPA está disponível, através das suas delegações, para procurar formas justas e dignas de apoio às populações na organização de eventos culturais e artísticos, designadamente os que visem dar assistência urgente a quem mais precisa.

Lisboa, 19 de Outubro de 2017

Newsletter

Newsletter

    Contactos

    Av. Duque de Loulé, 31
    1069 – 153 Lisboa
    E-mail: geral@spautores.pt