SPA e Maca concretizam projecto de cooperação musical inédito

A Associação de Compositores e Autores de Macau (MACA) e a SPA lançaram o álbum intitulado “SPA & MACA Sino-Portuguese Music Collection”, no passado dia 28 de Novembro, em Macau, e que abriu portas para novas e mais abrangentes formas de cooperação artística.

Trata-se de um projecto inédito, que reúne autores dos países de expressão lusófona e autores chineses e que, em conjunto, mas geograficamente separados, compuseram, escreveram, gravaram e produziram um produto final considerado de excelência, sob a coordenação do compositor e cooperador da SPA Rui Filipe. O lançamento ocorreu por ocasião do 10º aniversário da MACA, sociedade com quem a SPA tem vindo a intensificar a cooperação e a estreitar laços. Este é mais um passo que contribuiu para potenciar o projecto lusófono que a cooperativa dos autores portugueses tem desenvolvido nos últimos anos e que tem vindo a merecer o reconhecimento e o apoio de instituições internacionais como a OMPI ou a CISAC.

A administradora da SPA Paula Cunha leu, durante o jantar de gala em que se apresentou publicamente o álbum, uma mensagem enviada pelo presidente da SPA, José Jorge Letria, na sua dupla qualidade de presidente da SPA e de presidente do GESAC (Grupo Europeu de Sociedades de Autores e Compositores). Pela parte lusófona, o álbum conta com a colaboração de Júlio PereiraPedro MartinsMané CrestejoRui FilipeLuís CaracolSelma Uamusse e Solange Cesarovna. Um total de sete trabalhos originais incluem três canções chinesas, duas canções portuguesas e duas canções Sino-Portuguesas.

Um ponto alto das comemorações foi o “seminário dos criadores”, promovido pela APMA (Aliança de Criadores de Música da Ásia-Pacífico), no qual a administradora da SPA foi oradora no painel dedicado à apresentação do projecto lusófono e às oportunidades de desenvolvimento de projectos criativos entre a China e os países da lusofonia. No painel participaram igualmente o CEO da Music Copyright Society of China (MCSC) e o representante da MACA, ficando a moderação a cargo do Director Regional da CISAC para Ásia-Pacífico, Benjamin Ng.

Para além de Paula Cunha, a delegação da SPA incluiu o cooperador Rui Filipe, coordenador do projecto, e o autor Mané Castrejo, que também participou na produção do álbum e nas comemorações.

Os dias que antecederam o evento foram marcados por uma intensa agenda institucional. Paula Cunha e Rui Filipe tiveram a oportunidade de reunir, entre outros, com o cônsul-geral de Portugal em Macau e  Hong Kong,  embaixador  Paulo  Cunha Alves, com o Director do IPOR (Instituto Português no Oriente), Doutor Joaquim Ramos, e com o Vice-presidente e CEO da Fundação Rui Cunha, Dr. Turbal Gonçalves. O diálogo estabelecido com as várias entidades teve um resultado muito positivo e, face à excepcional aceitação que o álbum teve naquele território, assim como ao impacto de todo o projecto lusófono, ficou estabelecido que se iria diligenciar para promover a sua replicação noutros territórios, envolvendo outros criadores lusófonos e orientais, designadamente na China continental e no Japão.

SPA orgulha-se de ser co-autora deste projecto único que permitiu abrir portas para uma cooperação artística entre Portugal e a China, assim como com outros territórios, o que em muito poderá vir a beneficiar os criadores portugueses.

Lisboa, 9 de Dezembro de 2019

Newsletter

Newsletter

    Contactos

    Av. Duque de Loulé, 31
    1069 – 153 Lisboa
    E-mail: geral@spautores.pt