Comité Europeu de Sociedades de Autores reuniu-se em Belgrado e elegeu novo presidente

Sob a presidência de José Jorge Letria, decorreu em Belgrado, capital da Sérvia, nos passados dias 4 e 5 de Abril, a assembleia geral anual do Comité Europeu de Sociedades de Autores da CISAC que agrupa 104 sociedades de autores de todo o continente. Este comité foi presidido até esta assembleia por José Jorge Letria, presidente da SPA, eleito para estas funções em Viena de Áustria, há quatro anos. Nesta assembleia participaram mais de 100 dirigentes de toda a Europa.

No dia 3 decorreram várias reuniões, uma delas com uma equipa de assessores da Primeira-ministra do país na área do direito de autor e da propriedade intelectual. Foram abordados aspectos variados e muito actuais durante mais de uma hora.
Nos dois dias de trabalho, as dezenas de dirigentes participaram activamente nos trabalhos agendados que cobriram todos os grandes aspectos do direito de autor. Para a presidência do Comité Europeu foi eleito o austríaco, Gernot Graninger, presidente e director-geral da AKM, que exercerá a função nos próximos dois anos.

A assembleia de 2019 decorrerá na Alemanha numa cidade a anunciar em breve. Nos trabalhos participou Gadi Oron, director-geral da CISAC, que fez uma longa intervenção. Numa breve intervenção final, José Jorge Letria despediu-se dos presentes, apelou à unidade das sociedades e também ao diálogo e à cooperação, recordando que vivemos num continente em transformação onde falta a solidariedade e frequentemente a racionalidade na gestão política. A partir do início de Maio, o presidente da SPA assumirá uma das três vice-presidências do Grupo Europeu de Sociedades de Autores, com sede em Bruxelas.

Em nome da direcção da CISAC, Javier Gutiérrez, vice-presidente da confederação mundial e o líder da VEGAP de Espanha, fez o elogio de José Jorge Letria, destacando o seu percurso de décadas como autor, a sua luta pela liberdade e pela democracia, a sua passagem activa pela política e o contributo que tem vindo a dar para pacificar e modernizar a SPA, transformando-a numa sociedade de referência a nível europeu, já com muitas provas dadas.

Destacou também com apreço a luta desenvolvida pela SPA no sentido de criar uma ampla rede de cooperação em torno da lusofonia e das afinidades que ela fortalece entre sociedades de vários continentes.

https://www.facebook.com/watch/?v=2041343849212506

Lisboa, 9 de Abril de 2018

Newsletter

Newsletter

    Contactos

    Av. Duque de Loulé, 31
    1069 – 153 Lisboa
    E-mail: geral@spautores.pt