Exposição “Humberto Delgado-General da Liberdade e Escritor”

No passado dia 17 de Maio, foi inaugurada na sala-galeria Carlos Paredes, no edifício dois da SPA a exposição “Humberto Delgado- General da Liberdade e Escritor”, que ficará patente naquele espaço até finais de Setembro e que homenageia o General sem Medo, candidato à Presidência da República em 8 de Junho de 1958 que foi assassinado pela PIDE em Fevereiro de 1965 em Espanha, junto à fronteira com Portugal, juntamente com a sua secretária Arajaryr Campos. Esta exposição assinala e festeja o momento em que o nome do general passa a estar associado ao aeroporto internacional de Lisboa.

A exposição valoriza e celebra o facto de Humberto Delgado ter sido associado da SPA desde Dezembro de 1942 até à data da sua morte trágica e de ter publicado livros e peças de teatro que também subiram à cena em Lisboa antes da sua partida para o exílio no Brasil. Delgado terminou no Rio de Janeiro um romance intitulado “Elsa”, que continua inédito e que a SPA quer contribuir para que seja editado com uma chancela de prestígio e um prefácio de qualidade. Estarão também em destaque na exposição outros livros do general Humberto Delgado, desde o seu livro de memórias até a uma obra sobre Soror Mariana Alcoforado.

Esta exposição foi concebida com a intervenção do neto e biógrafo de Humberto Delgado, Frederico Delgado Rosa e do jornalista e escritor Luís Almeida Martins, director da revista “História”, tendo concepção e direcção gráfica do cenógrafo e artista plástico Fernando Filipe.

A exposição “Humberto Delgado-General da Liberdade e Escritor” é a primeira que valoriza a actividade criadora do militar que corajosamente enfrentou a ditadura de Salazar, pagando esse acto com a própria vida, sem nunca interromper o vínculo que o ligava à Sociedade Portuguesa de Autores, a que aderiu quando escrevia, publicava e levava à cena peças de teatro.

A exposição já estará patente no Dia do Autor Português, a 20 de Maio próximo, em que serão entregues as medalhas de honra e os prémios pró-autor, bem como o Prémio de Consagração de Carreira a Manuel Alegre.

Esta mostra irá valorizar textos e material fotográfico de qualidade e sublinhar a importância que Humberto Delgado e o seu exemplo tiveram para a luta dos Portugueses contra uma ditadura de quase meio século que tanto afectou também a vida e a obra dos autores portugueses de várias disciplinas.

Lisboa, 18 de Maio de 2016

Newsletter

Newsletter

    Contactos

    Av. Duque de Loulé, 31
    1069 – 153 Lisboa
    E-mail: geral@spautores.pt