Pesar da SPA pela morte de Leonor Xavier; Escritora e jornalista

A SPA manifesta o seu pesar pela morte, aos 78 anos da escritora e jornalista Leonor Xavier, que integrou em três mandatos os órgãos sociais da cooperativa, designadamente na Direcção e no Conselho Fiscal. Ingressou como beneficiária na cooperativa em Abril de 1990 e como cooperadora em 1995. Viveu no Brasil entre 1975 e 1987. Foi biógrafa de Raul Solnado e de Maria Barroso.

Em 2016 venceu o Prémio Bento Domingues com o livro “Passageiro Clandestino”, em que dá testemunho da sua experiência como doente de cancro, mal que a atormentou durante vários anos.

No Rio de Janeiro foi durante vários anos correspondente do “Diário de Notícias”. Já em Lisboa foi redactora da revista “Máxima”. Publicou um livro biográfico sobre Rui Patrício, que foi ministro da ditadura. Publicou obras de ficção como “Ponte Aérea”, “o Ano da Travessia” e “Só Eram Verdade os que Partiram”. Publicou ainda a obra autobiográfica “Casas Contadas”, em 2009. Recebeu o Prémio Máxima de Literatura em 2010. Em 2017 publicou o livro “Peregrinações”, no centenário das aparições de Fátima.

Licenciou-se em Românicas na Faculdade de Letras de Lisboa. Foi uma cooperadora activa e empenhada da SPA, cuja vida acompanhou sempre com interesse solidário, mesmo quando a doença a limitava.

O corpo de Leonor Xavier, a cuja família a cooperativa dos autores portugueses endereça o seu apoio solidário, será velado na Capela do Rato.

Lisboa, 13 de Dezembro de 2021

Newsletter

Newsletter

    Contactos

    Av. Duque de Loulé, 31
    1069 – 153 Lisboa
    E-mail: geral@spautores.pt