Prémio da Lusofonia entregue em Paris a nomes destacados da cultura e das artes

No passado dia 27 de Fevereiro, no Café de la Paix, em Paris, o presidente da SPAJosé Jorge Letria, foi um dos galardoados pelo Instituto do Mundo Lusófono da Sorbonne com um prémio de carreira que distingue a sua actividade em defesa do direito de autor e da lusofonia, para além do próprio trabalho de décadas desenvolvido como autor em várias disciplinas.

Entre os distinguidos nessa cerimónia estavam o fotógrafo Sebastião Salgado e o actor Lima Duarte, do Brasil, os jornalistas Judite de Sousa e José Rodrigues dos Santos, o maestro Álvaro Cassuto, o escultor Francisco Simões, a arquitecta Teresa Simões, o médico Guido Palomba do Brasil, Fátima LopesÁlvaro Siza VieiraMia Couto e Cristiano Ronaldo.


 Estes prémios de carreira destinam-se, segundo a organização, “a distinguir personalidades da língua portuguesa, qualquer que seja o seu país de origem, que se tenham destacado na afirmação e projecção internacional da língua portuguesa e da cultura lusófona”.


José Jorge Letria, autor de uma vasta obra nos domínios da literatura, da música, da televisão e do teatro, é actualmente um dos três vice-presidentes do Grupo Europeu de Sociedades de Autores com sede em Bruxelas e foi durante quatro anos presidente do Comité Europeu de Sociedades de Autores da confederação mundial CISAC. Foi já distinguido, entre outros, com o Prémio Internacional UNESCO, com o Prémio Aula de Poesia de Barcelona, com o Prémio da Associação Paulista de Críticos de Arte, com dois grandes Prémios da APE, com o Prémio do Instituto Português do Oriente e com o Prémio Eça de Queirós/Município de Lisboa, para além de um Prémio Garrett da Secretaria de Estado da Cultura.


 Lisboa, 28 de Fevereiro de 2019

Newsletter

Newsletter

    Contactos

    Av. Duque de Loulé, 31
    1069 – 153 Lisboa
    E-mail: geral@spautores.pt