SPA candidata ao Prémio Direitos Humanos 2016 da Assembleia da República

A SPA vai apresentar à Assembleia da República a sua candidatura ao Prémio Direitos Humanos 2016, por considerar que a actividade desenvolvida ao longo de décadas nas áreas cultural, jurídica e da cidadania e também em defesa do direito de autor na área da lusofonia representa um relevante contributo para a defesa dos direitos humanos, tendo em conta que o próprio direito de autor constitui um direito humano e um princípio de civilização.

Com mais de 25 mil associados, com uma presença muito relevante na liderança de estruturas internacionais do direito de autor, com destaque para a presidência do Comité Europeu da CISAC até 2018 e com um lugar de Direcção no Grupo Europeu de Sociedades de Autores com sede em Bruxelas e com presença no Comité Executivo do Writers and Directors Worldwide, a SPA está a dinamizar um ambicioso projecto de cooperação com as sociedades de autores lusófonas e a promover uma pós-graduação pioneira com o ISCP-Universidade de Lisboa.

Por estes motivos, a Direcção e o Conselho de Administração da SPA consideram que a cooperativa dos autores portugueses é merecedora desta distinção e do reconhecimento por parte do júri constituído por deputados de todos os partidos.

A intensa e regular actividade cultural da SPA tem sido também uma forma de promover internacionalmente a nossa cultura, os seus criadores e intérpretes.

Lisboa, 7 de Julho de 2016

Newsletter

Newsletter

    Contactos

    Av. Duque de Loulé, 31
    1069 – 153 Lisboa
    E-mail: geral@spautores.pt