SPA congratula-se com a consagração pela UNESCO do Cante Alentejano como Património da Humanidade

A SPA congratula-se com a consagração do cante alentejano como património cultural imaterial da humanidade por decisão da UNESCO, considerando que se trata de mais uma forma de reconhecimento do valor universal da cultura portuguesa e da sua capacidade de representar a história e a sensibilidade de um povo com quase nove séculos de história.

A decisão da UNESCO ontem anunciada em Paris consagra também o esforço científico, organizativo e promocional das equipas que trabalharam em torno deste projecto, precisamente três anos após o reconhecimento do fado como património imaterial da humanidade.

Esta decisão irá contribuir para uma maior promoção internacional do Alentejo e do seu património musical e de uma forma muito especial do trabalho dos mais de 150 grupos em actividade na região e que envolvem homens, mulheres e jovens. Destaque-se também a actividade regular de dezenas de grupos de cante alentejano noutros pontos de Portugal e no seio das comunidades de emigrantes em vários lugares do mundo.

A equipa que deverá continuar a trabalhar na promoção deste projecto ganhará com a agregação do maior número de intérpretes e com um programa de promoção em disco dos repertórios existentes.

Registe-se o facto de, uma vez mais, ser a cultura a trazer para Portugal e para os portugueses um reconhecimento que sistematicamente lhe é retirado por outros sectores importantes da vida nacional, desde a economia à política. O aplauso internacional ao cante alentejano, expressão antiga e profunda da luta de muitos milhares de alentejanos pelo trabalho, pela liberdade e pela dignidade, é um sinal da aceitação e do consenso que a nossa cultura gera neste mundo em acentuada fase de transformação.

Lisboa, 27 de Novembro de 2014

Newsletter

Newsletter

    Contactos

    Av. Duque de Loulé, 31
    1069 – 153 Lisboa
    E-mail: geral@spautores.pt